Dahl

cam00134.jpg

Ano passado eu iniciei uma mini-horta de condimentos. Comecei com um pedaço de cúrcuma fresca (um rizoma bem parecido com gengibre) que havia encontrado na feira. Utilizei a cúrcuma para temperar peixes e aves e guardei um pedaço para deixar germinar. Deixei em um canto da cozinha, e esperei… esperei… esperei mais um pouco. Esperei tanto que até esqueci. Mais de um mês depois olhei e estava começando a brotar. Cavei um buraco, coloquei na terra e fui molhando, sem muito capricho, se desse seria uma maravilha, se não, acontece e vida que segue.

Fiquei super feliz quando o pedacinho que plantei começou a sair da terra e a crescer rapidamente. Logo ficou desse tamanhão aí:

12646953_1116234571741305_8985154943153860524_n
É a maior, atrás da pimenta dedo-de-moça

Animei e fui plantando outras coisas. e a cúrcuma foi crescendo bonita. Então começou a temperada de chuvas aqui em São Paulo… Algumas plantinhas que eu plantei depois minguaram, primeiramente o tomilho, depois a sálvia. A cúrcuma aguentou por bastante tempo, mas também começou a perder vitalidade. Resolvi não me preocupar e ver no que dava. Infelizmente a plantinha não aguentou e resolvi deixar o meu projeto de horta para um outro momento em que pudesse me planejar melhor.

Tirei 2 semanas de férias do trabalho e resolvi colocar algumas coisas em ordem, já que não coincidiu com as férias da faculdade e não poderia viajar. Fui dar uma cavadinha no lugar onde ficava a cúrcuma, vai que tinha alguma coisa

Fui cavando, e não parava de encontrar um monte de rizomas. A cúrcuma havia se desenvolvido bem melhor do que imaginava. Na verdade ainda sobrou um pedacinho que não consegui tirar, mas vou deixar lá pro caso dele brotar e gerar uma nova plantinha.

Lavei a cúrcuma e deixei na fruteira para ir usando e também dar chance de algum pedaço brotar novamente e ser replantado. Utilizei um dos pedacinhos (são muitos) nesta receita indiana de Dahl, que é uma receita de lentilha, bem condimentada e com textura de caldo, parecida com o nosso feijãozinho de cada dia. Aliás, serve como um ótimo substituto para variar o arroz com feijão, pois a lentilha, sendo uma leguminosa como o feijão, é rica em proteínas e ferro.

Dahl

1/2 kg (1 pacote) de lentilha seca (na Índia é utilizada a vermelha que rende um caldo mais cremoso, mas aqui no Brasil custa ozoidacara, então usei a mais comum)

1 colher de chá de cúrcuma fresca ralada  ou cúrcuma seca em pó (geralmente o condimento seco é mais forte que o condimento em pó e deve ser utilizado em menor quantidade, mas aqui no nosso país abençoado por Deus e bonito por natureza, muitos comerciantes costumam misturar a cúrcuma com fubá)

Sal a gosto

1 colher (café ) de cada um dos seguintes ingredientes: grãos de pimenta do reino, semente de coentro, cominho em grão

2 colheres de sopa de Ghee ( Pergunta se eu tive paciência de fazer Ghee. Usei manteiga, mas com ghee o sabor é bem melhor e mais saudável

1 Cebola picada (na receita indiana não é utilizada, mas eu não resisti)

2 dentes de alho ( também não é tradicionalmente utilizado, mas eu sou fraca)

1 colher de café de gengibre fresco ralado

1 pimenta dedo-de-moça picada (sem as sementes se não gosta muito picante )

4 tomates italianos sem pele e sem semente picados

1 colher (sopa ) de Ghee (ou manteiga) para finalizar

 

Lave a lentilha em água corrente. Coloque em uma tigela e cubra com o dobro do volume de água. Deixe de molho por no mínimo 8 horas.

Passadas as 8 horas, jogue fora a água do remolho, e coloque a lentilha em uma panela grande. Adicione 2 litro de água, a cúrcuma e o sal ( coloque pouco sal nessa etapa, pois ele pode ser corrigido depois). Leva ao fogo alto até que comece a ferver e depois diminua para fogo baixo.

Durante o cozimento da lentilha, uma espuma irá se formar na superfície. Com o auxílio de uma colher ou uma peneira, retire essa espuma.

Enquanto a lentilha cozinha, prepare os temperos: Coloque uma frigideira no fogo e quando estiver quente coloque os grãos de pimenta, cominho e semente de coentro. É importante colocar quando a frigideira já estiver quente, para não perder os aromas enquanto a frigideira aquece. Aqueça os temperos por uns 30 segundos só para realçar os sabores. Coloque os temperos já aquecidos em um pilão e vá batendo até que vire um pó fino. Pode usar já moído? Pode, mas o sabor não será tão intenso.

Na mesma frigideira onde aqueceu os temperos, aqueça 2 colheres de sopa de ghee, e refogue a cebola com uma pitada e sal até que fique macia e transparente. Acrescente o alho, o gengibre e a pimenta dedo-de-moça e refogue por mais um minuto. Adicione os tomates e abaixe o fogo. Deixe cozinhar lentamente até que o tomate fique desmanchando.

Quando a lentilha estiver cozinha, cerca de 30 minutos, adicione o molho da frigideira e misture. Deixe cozinhar por 10 minutos para os sabores se misturaram e o caldo ficar mais cremoso ( pode ser necessário amassar um pouco a lentilha para encorpar o caldo, como fazemos com feijão.) Se necessário, acrescente mais água. Quando o caldo estiver no ponto desejado, Desligue o fogo, acerte o sal e adicione 1 colher de sopa de ghee para dar cremosidade.

Sirva com arroz cozido só com sal e sem outros temperos, ou puro com uma colher de iogurte natural. Um outro jeito de servir é com arroz cozido em partes iguais de leite de coco e água.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s